Dúvida 1: “Os preços de energia solar estão muito caros, vamos esperar o preço cair.”

Resposta: Concordo que o preço dos equipamentos tende a cair com o tempo, porém não muito.

Já chegamos num ponto onde a queda de preço de um sistema fotovoltaico ao longo do tempo é menor do que a economia gerada pelo sistema no mesmo tempo.

Outra coisa, haverá mudanças da agência reguladora (ANEEL) que poderá diminuir os atuais incentivos.

 

Dúvida 2: “Não temos dinheiro para colocar energia solar.”

Resposta: E vocês tem dinheiro para ficar sem energia solar?

O dinheiro pago para a distribuidora é jogado fora. O dinheiro investido num sistema fotovoltáico volta para você em pouco tempo.

Há financiamento com bancos como Banco do Nordeste e SICOOB que são nossos parceiros, entre outros. 

 

Dúvida 3: “O orçamento é muito alto para um financiamento.”

Resposta: O projeto de engenharia pode ser adequado à sua necessidade e há possibilidade de dividir um projeto grande em dois ou três menores para ser apresentado à bancos diferentes a fim de conseguir todo financiamento necessário. Somos seu parceiro e prestamos a consultoria completa para sua necessidade.

Dúvidas Frequentes – O que podemos fazer?

 

Dúvida 4: “Nos disseram que nosso telhado não aguentaria a estrutura dos painéis solares.”
Resposta: O fato é que os painéis pesam em média menos de 10kg por m2. Muito menos que um homem de

70kg andando sobre o seu telhado.

Os painéis são construídos com armação de alumínio, bem mais leves do que a alguns anos atrás. E a intervenção no telhado é mínima.

Os painéis também podem ser instalados no chão, em qualquer propriedade que não tenha sombra. Nós podemos olhar esta solução também!

 

Dúvida 5: “Acho que dessa vez vamos passar. Agradeço.”

Resposta: Eu entendo, por exemplo se você paga R$300,00 hoje, com aumento médio de 10% ao ano, que foi o aumento dos últimos anos, vai acabar pagando R$1.235,00 daqui a 15 anos, 4x mais pelo mesmo consumo.

Esta é uma estimativa conservadora. Sem contar as bandeiras vermelhas e amarelas por falta de energia.

Não entrar no setor agora, poderia ser um grande arrependimento no futuro, caso alguns incentivos sejam retirados, você poderia pagar até 30% a mais no futuro pelo mesmo sistema de hoje.